sábado, 11 de dezembro de 2010

Sensibilidade


Engrenagen...isso ... por um tempo estava parada, enferrujada , seca e apática abandonada em um velho galpão enorme chamado VIDA, um rapaz tentando ser útil , perdeu alguns minutos de sua vida ali , tentando fazer algo util com tudo aquilo que um dia fora engrenagen, que movia parte do mundo e agora parte do mundo tem que se mover por ela,ele queria fazer com ela o que ele quisesse e a hora que quisesse , e der repente ouve-se um suspiro, é assustador mas ela tinha vida, o que é muito estranho pois nada feito de ferro tem vida, mas mesmo assim ele passou a tentar manusea-la , ela vendo o carinho em seus olhos aos poucos foi permitindo que suas mãos a tocasse , cada vez de forma mais intima e profunda, como jamais permitirá alguem a tocar, embora em alguns momentos ela tinha vontade de feri-lo com seus dentes afiados ela não o fazia .
E aquilo que não funcionava voltou a entrar nos eixos, voltou a produzir a rodar, a VIVER novamente, o rapaz ficou ali ao lado dela , até ver que ela ja dava conta de fazer de si produtividade, quando isso finalmente aconteceu ele foi correr atrás do tempo perdido , afinal o que eram apenas minutos se tornaram dias, semanas e meses, mas sempre que podia voltava até o velho galpão apenas para ver a plenitude do seus esforços a beleza, a força , a magnitude do trabalho dela e como ela passou a viver

Nenhum comentário:

Postar um comentário